É hora de quitar a contribuição sindical 2017

Os sindicatos filiados à FIEMG atuam no fortalecimento dos negócios de empresas mineiras e contribuem para o crescimento da indústria. Para que isso aconteça é fundamental o recolhimento do imposto, que é calculado com base no capital social das empresas. As indústrias têm até o dia 31 de janeiro para fazer a Contribuição Sindical 2017.

A Contribuição Sindical Patronal é um imposto obrigatório destinado a todas as empresas brasileiras. O tributo está previsto nos artigos 578, 579 e 580 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

É importante esclarecer que a verba arrecadada com a Contribuição Sindical é fundamental para o funcionamento do Sindicato. Um Sindicato sólido representa os interesses do empresariado. A contribuição, além de propiciar mais desenvolvimento, traz bons resultados para os seus representantes.

A receita é distribuída entre as entidades sindicais que participam do sistema confederativo, sendo 60% para os sindicatos, 20% para o Ministério do Trabalho e Emprego, 15% para a Federação Estadual e 5% para a Confederação Nacional Da Indústria (CNI). O não recolhimento do imposto impede uma participação em licitações públicas, além de comprometer a rotina administrativa da empresa.